Corrigindo… a semana inteira

Corrigindo… a semana inteira merece um post vesgo.

* Montanha Russa *
Ontem mesmo eu tive a PIOR aula de canto que eu já tive na minha vida! Não sei se eu já comentei com você, Pequeno Gafanhoto — aliás, o que você tá fazendo aqui, ó inseto, vai pra tua casa —, mas a minha voz tá me deixando maluco. É, maluco, em crise e ainda por cima levei a maior bronca por estar em crise. Eu tô virando tenor, caralho! Tô perdendo meus graves e ganhando agudos até antes inimagináveis por mim. Só que tudo parece um berro ainda, nada está definido e eu não sei o que fazer. Sentiu o drama? Uma hora passa.

* O Gioia Mia *
Eu estou num turbilhão nesse exato momento. Fui conversar com o Marquito sobre a Orquestra de Violões e ele me manda o seguinte elogio: “Você tem todas as qualidades de um grande maestro”. Pensando bem, foi providencial :)

Zel e Gábis, eu quero cafuné esse fim de semana, tão entendendo?

O dia de hoje

O dia de hoje merece um post vesgo (gostei dessa história :)

* Allegro Fortissimo *
Fui convidado pelo professor de Violão e Guitarra aqui do Instituto, Prof. Dr. Marcos Cavalcante, vulgo Marquito, a reger a Orquestra de Violões que ele organiza. Comecei hoje a ensaiar o Concerto Brandemburguês No. 3, de Bach, transcrito para 8 vozes. Vai ser um trabalho muito interessante lidar com o timbre o violão. Maravilha!

* Fermata *
Cadê a minha aluna de canto que deveria estar aqui, agora, tendo aula? Vê aí se tá no seu bolso.

* Ritornello *
Minha professora de canto volta hoje de viagem acadêmica e será brindada com a notícia de uma bem provável paralisação na quinta-feira. BEM NO DIA DO MEU RECITAL, CARALHO!!! Ela vai parir um filho pela boca… não quero dar a notícia não… meda!

* Pamonha *
Ah! Ia falar de uns comentários meio… equivocados que eu li por aí, mas eu tenho mais o que fazer. :P Estudar pro recital, por exemplo. Só um recado: uma pessoa pode ser esclarecida, inteligente, decidida e firme e mesmo assim ser doce, humilde, educada, alegre e uma excelente amiga. Pode ainda ter uma qualidade rara e que geralmente causa impressões estranhas: ser instigante. Eu conheço uma pessoa assim. Intimamente. E é uma delícia!

Fui hoje ver o

Fui hoje ver o Coral Sinfônico do Estado de São Paulo, lá na Sala São Paulo. Eles apresentaram a Missa Afro-Brasileira de Carlos Alberto Pinto Fonseca conduzida pelo próprio. O Dona Nobis Pacem, no final, é lindíssimo. Adoro. Agora… posso falar que eu cantei junto com o Coral Sinfônico? Eles agradeceram os aplausos, blablablá, e a Naomi Munakata (regente do Coral) convidou os cantores da platéia para cantar o Dona Nobis Pacem como bis. HOHOHO… É claro que eu fui! Tava bonito eu de jeans e moleton no meio dos hómi tudo de terno e gravata. Roubei a partitura de um lá e mandei brasa. :-O Minha mãe também não teve dúvidas, foi junto. Corajosa, meu orgulho!

Mais um fim de

Mais um fim de semana se passou e eu não terminei de sacannear as fotos da festa. Eu não consigo calibrar o meu scanner, saco! Ah, que saber, vou mandar do jeito que tiver! Se algum mago do Photoshop estiver disposto a dar um trato nas fotos, me avisa, plis.

O inferno, em versão

O inferno, em versão dominical é…
Um pai que vem bater na porta do seu quarto — ah, sim, bater porque a porta tá trancada, senão entrava direto — no domingo de manhã pra te avisar que a sua vó ligou avisando que você *não* precisa ter pressa, *não* precisa passar lá agora. Ou seja, que você pode continuar dormindo. Por que, meu Deus, me torturas dessa forma?!!! Aí, a assombração doméstica aproveita que te acordou — ignorando o fato de você ter se enfiado de volta na cama — e começa a explicar o que você vai ter que fazer lá, *quando* levantar, sem pressa, três vezes, mesmo depois de você enfiar a cabeça embaixo do edredon. AAARGH!!!

Por falar nisso, alguém pode me informar o que o cidadão veio fazer batendo na porta do meu quarto, pra lá de 4h da matina, *sabendo* que eu não estava sozinho?

Inferno! Caralho! Diacho! Vai dormir, assombração!

Ele é fino, gente.

Ele é fino, gente. Elegante, culto e refinado. Mas não teve jeito, a carne é fraca e o chamado da ralé é mais forte. Senhoras e senhores, Gábis, o nosso Professor Gabriel, estará se mudando pro Mundissa em breve. Ele ainda não sabe disso, mas quem se importa? ;-) Mesmo porque o blogspot tá um cu de boi. :P Morreu.

Ah! Que tudo!!! Ganhei

Ah! Que tudo!!! Ganhei o HUSH, do Bobby McFerrin com o Yo-Yo Ma. Ah! Eu queria ser negão e cantar como o primeiro e ser chinês e tocar cello como segundo :). Já pensou, um chinês negão? LOL!

PS: Yo-yo Ma nasceu em Paris, de pais chineses, em 1955. Além de tudo, a bi é francesa! :P

Eu tinha escrito um

Eu tinha escrito um texto enooorme comentando todo o preconceito que alguns imbecis andaram destilando por aí, mas o blogger fez o favor de enfiá-lo no cu. Como se já não bastasse o fato de o assunto me deixar de profundo mal humor… Sendo assim, foda-se a boa educação e o texto bonito. Serei sintético:

* Concordo em gênero, número e grau com a Zel no que diz respeito ao comportamento daquele babaca do Alexandre no Testosterona. E como vi reações positivas por partes de alguns garotos, parece-me que o blog demonstra alguns pequenos sinais de hormônio de crescimento. Quem sabe…

* O Execrando — não merece nem link — é uma bosta! Violência e preconceitos gratuitos num blog que poderia ser útil e bem humorado. Patético.

* Você, criatura tacanha, de mente pequena, que considera o seu modo de vida mais certo e mais louvável simplesmente porque acha que o seu umbigo é mais bonito e perfumado do que o dos outros, faça-me um favor: se mata! Eu não quero te matar não, não é isso. Quero apenas que você perceba o quanto a sua existência é medíocre e a sua noção de igualdade é deturpada pela sua arrogância. Ao invés de ficar semeando essa merda toda que você considera o supra-sumo do comportamento em sociedade, se mata. Ficaremos todos felizes sem o seu preconceito. Há um caminho menos radical, mas será que você está preparado para, mesmo sem entender, aceitar as diferenças que surgem naturalmente nesse mundo? Oh, elas são tão assustadoras…

Blogger filho de uma

Blogger filho de uma puta! Mandou um texto inteiro pro espaço porque eu esbarrei em duas teclas! Deve ser praga do Henry que não pára de falar pra eu sair dessa joça. :P Já vai!!!

Hoje é aniversário de

Hoje é aniversário de uma grande amiga minha aqui da rua, crescemos juntos — quer dizer, ela cresceu, eu fiquei olhando :). Só que não dá pra eu ir na festa porque o lugar é MUITO caro e eu não tô phodendo. É um saco isso, viu? Tatinha, eu sei que você não vai ler isso aqui, mas fique sabendo que você é um doce de pessoa e que eu gosto um tantão assim, ó, de você. **SMACKS** Feliz 25 aninhos.

Tão me cobrando —

Tão me cobrando — vide, Zel e Gábis — o “sacanneamento” (bonito, hein?) das fotos da festa. Amores da minha vida, J? VAI! Num tô dando conta, carvalho.

E Gábis, seu requenguelo, sonegar novidades de fratello é crime inafiançável!!! :P

Fui ver O Retorno

Fui ver O Retorno da Múmia, vulgo, A Múmia II, com a Zel. Podia ter sido pior. Obrigado, Deus, por não ter sido. Credo! Que filme ruim!!! :P Eu fui pra ver os efeitos e saí decepcionado.

E o Henry está

E o Henry está declarando suas saudades pelo povo do sudeste. Henry, se servir de consolo acabamos não jogando Master, não. Na realidade, ficamos tomando choconhaque — que a fez — e comendo pizza. Ah sim, bebemos um vinho que eu levei, falamos muita bobeira, lavamos muita roupa — a Zel literalmente, diga-se de passagem — e o Norbies, Japa Picareta, Karatê Kid do mundo cibernético, pra variar, deu o cano :P Foi ligar lá pra meia-noite o vacilão.

Ih… pensando bem, foi mal aí. ;-) Tava bom à beça.

P.óst.umo Daqui a pouco

P.óst.umo
Daqui a pouco eu ressucito.

Tava lendo o blog da Zel (novidade…). Fofícula, não precisa intimar não, você sabe que eu sou oferecido :)

E já que é assim, Flá, cê tem voz grave, é muié? UUUH!!! Tesão! Não vejo a hora de ouvi-la. Pode marcar que eu dou uma ouvidinha sim, com o maior prazer! Adoro a voz grave feminina! Pra falar a verdade, eu adoro a voz humana.

Tô com uma pregui

Tô com uma pregui de escrever… mas vamos nessa.

Eu tenho algumas tantas coisas pra fazer antes de segunda. Dentre elas:
* Ir ver meus amigos que eu estou com saudades (o que você esperava, que eu começasse com os deveres? Não me conheces…).
* Ir na Biblioteca da Eca pegar dois livros que eu tô lendo.
* Fazer o fichamento de 1, 2… não, 3 (!!!) livros (Tô desenvolvendo uma técnica bárbara de leitura dinâmica na privada).
* Gente! Eu preciso ir até o Memorial da América Latina (como é feio aquele troço!) ver a minha inscrição pro Festival em julho! Sem falta!
* Estudar variações pra duas árias antigas que eu vou apresentar dia 31/05 num recital do curso.
* Fazer a tradução de uma delas.
* Decorar um texto pra segunda.
* Estudar cello.
* Começar uma orquestração para cordas.
* Fazer uma transcrição fonética de uma peça em italiano.
* Gravar a dita cuja.
* Gravar uns CDs.

Se eu lembrar de mais uma coisa me dou um tiro.
* Ah! Scannear as fotos da festa! BANG! Cataploft!

LOL! Eu sabia que

LOL! Eu sabia que ia sobrar pra mim por ter acordado a Zel no domingo. Quer dizer, acordar bem entre aspas pois a bi tava num estado vesgo de dar dó. :) Foi mal, viu lindinha?

E por falar em estado vesgo, rezem por mim porque de amanhã até quinta vai ser um pega pra capar naquele instituto que eu não quero nem pensar. Miserere Nobis.

Hoje eu passei o

Hoje eu passei o dia inteiro quase entre cello, resumos, leituras, canto, etc. Mais da metade do dia no micro, digitando, “scaneando”, gravando. O micro não travou ou deu problema uma única vez. Foi só meu pai sentar aqui pra pegar um extrato e *PIMBA*!!! Travou feio. Claro que eu dei risada — foi inevitável. Claro que ele ficou puto! Mas o que eu posso fazer? Parece bicho que reconhece o dono ;-)

Funcionou? ATÉ QUE ENFIM!!!

Funcionou? ATÉ QUE ENFIM!!! Já não era sem tempo… Se o apagão que nos espera for que nem o Blogger, estamos fodidos e mal pagos. :)

Revelei as fotos da minha festa hoje. Ficaram tão legais! Considerando a pouca luz que tinha na sala pra gente conseguir focalizar eu diria que ficaram perfeitas. Vou colocar aqui. Logo, espero. ;-)

Certas coisas não podem

Certas coisas não podem esperar a boa vontade do Blogger-vagalume. Sendo assim, parabéns Japa Picareta!!! Karatê Kid do mundo cibernético. Que essa barba ruiva não fique branca tão cedo. ;)

Coloquei a preguiça *ligeiramente*

Coloquei a preguiça *ligeiramente* de lado e instalei o Greymatter na minha área do servidor. E só. Já é muito pra um domingo das mães, VIU, HENRY?!!! Tá, eu sei, isso é bobagem, babinha. :P Concordo. Agora, arrumar template, cgi e — urgh! — fazer a migração dos arquivos do Blogger pro GM, só quando eu *realmente* tiver tempo e paciência. Considerando que a conjunção astral necessária para tanto não deve acontecer antes de julho — e talvez nem lá, se eu for pro festival em Fortaleza —, eu vou continuar vítima do Blogger-vagalume.

Exceto, é claro, se *alguma* boa alma recifense e caridosa estiver disposta a fazer essa trabalho de peão gente paciente. ;-)

Acordei (quase meio-dia) com

Acordei (quase meio-dia) com a sensação de nunca ter dormido tão bem na minha vida. Até os sonhos foram reconfortantes. O engraçado é que minha irmã também veio com a mesma história. Deve haver alguma explicação metafísica pra isso. Por enquanto, eu tô contente com o simples fato de que eu estava precisando.

Eu encontrei uma Agenda

Eu encontrei uma Agenda Poética do Mario Quintana perdida aqui em casa. É de 1995 essa bagaça, mas achei uma coisinha interessante que, de certa forma, me traduz sinteticamente.

VIRAÇÃO
Vontade de mudar de camisa, por fora e por dentro…
Vontade… para que esse pudor de certas palavras?…
vontade de amar, simplesmente.

Tô meio assim hoje, sei lá por quê? Depois de ler o post do Gábis resolvi ligar pra ele pra ver como estava. Tudo bem, mas, na realidade, eu continuei com uma sensação de… pra onde é que vão as palavras quando a gente precisa delas? Uma sensação de querer sair, mas não por sair simplesmente. Melhor, vontade de voar. Metafisicamente. Fisicamente. Mente. Não minto, por opção fiquei em casa esse fim de semana. Muitas coisas a fazer, nem por isso todas feitas. Entretanto, a cabeça se expande e o peito pulsa inconstante como mensagens de um náufrago lançadas em garrafas verdes. Por que tem sempre garrafa vazia — e com rolha — em ilha de náufrago?

Eu estou mesmo é com a sensação de que procuro um endereço, mas a próxima esquina nunca chega. Por mais que cante, meu canto não ecoa, meu acorde nunca soa. Suspiro.

E escrevo compulsivamente com meu peito em fermata.

Momento de Retratação Pública

Momento de Retratação Pública
Eu tenho que dar a mão à palmatória, o Blogger é sacana mas não é mau de fato. :) Meus arquivos voltaram — e eu tratei de fazer backup rapidinho, sabe como é, quem tem cu tem medo. Eu não tenho a menor idéia de como eles operam a base de dados deles, nem quero. :P
(é… mas hoje de tarde não deu pra publicar esse post não… ou seja, retrato, mas não pago)

E o Yahoo tá

E o Yahoo tá fazendo o festa com os weblogs mesmo! Agora foi a minha vez: “Cantoria no chuveiro e outras notas.” Bem, é verdade! ^_^

E é verdade também que esse Blogger tá dando no meu saco já! Deve ser praga do Henry que me chamou de preguiçoso porque eu… bem… tava com preguiça de usar o Greymatter. Ah, eu tô. Tô com preguiça de mexer em script, mexer em layout… Como foi mesmo que ele disse? “…um geek de carteirinha do slashdot com preguiça de configurar TEMPLATES num cgi pra depois dar um include??” Ai… pregui… ;-)

Eu tô um bagaço

Eu tô um bagaço hoje. Que prego! Mas eu prometo (mentira!) falar alguma coisa no Music..Música este final de semana. Não, Zel, não é sobre classificação vocal :P, é sobre mais uma de suas perguntas *simples* em momentos de letargia mental: a Fuga (conveniente, não? ;-)

*Grunfs* Hoje eu consegui

*Grunfs* Hoje eu consegui chegar em casa mais ranzinza que o Nemo. :P Fiquei em Campinas além do horário operando o estúdio, gravando um amigo meu cantando algumas canções pro ingresso no mestrado. Teria ajudado *muito* se o técnico responsável, aquela mula abissal, deixasse os cabos etiquetados *e* organizados, e não parecendo um serpentário de cobras pretas e vermelhas!!! Resultado: fui chegar em casa à meia-noite e não pude sair pra encontrar a galera.

Como se não bastasse, fui brindado no metrô por uma dupla de rapazes que carregavam alegremente seu novíssimo violão Di Giorgio em sua lindíssima caixa de papelão e, com entusiasmo, varriam suas cordas em acordes cantando Raul Seixas. Mal. Muito mal. Não que eu não goste de Raul Seixas — mentira, eu acho um saco, mas não vou encompridar isso aqui —, mas por que a molecada gosta tanto de cantar em altos e desafinados brados? Se você, meu caro amigo, gosta de cantar e tocar violão, cuide para que as duas coisas se complementem e não se destruam!

Nem eu tô me aguentando. O garoto enxaqueca se despede e vai dormir.

Ontem foi um dia

Ontem foi um dia muito sacal. Reunião para avaliação de curso com os alunos de manhã e com os professores também, à tarde. Blé! :P E sobrou pro marmitão aqui ficar na mesa. Por que, meu Deus, eu me enfio nessas coisas?

Em compensação, na hora do almoço eu vi uma das coisas mais lindas que eu já vi no palco. Um amiga minha (Carla Vizeu, anotem esse nome) que se formou ano passado em Canto Popular fez um show em homenagem à Clara Nunes. Quase chorei. Principalmente porque ela tem um histórico de problemas vocais — infelizmente, comum em cantores populares — e eu só tive tempo de dar uma aula de canto pra ela. Mas o efeito foi muito além das minhas expectativas. A surpresa que eu tive ao vê-la cantar, tão lindamente, toda de branco e de saia rodada naquele palco foi do caralho! Essa menina tem futuro.

E hoje eu tomei

E hoje eu tomei o maior susto! Não gosto nem de lembrar… Eu tenho um baita cuidado com o meu cello, só falta eu rosnar se alguém chega perto e o escambau. Pois hoje eu não tropecei feio e o coitado foi ao chão? ;_; Quase me matei ali mesmo com o arco, fiquei branco, o coração pulou pela boca, um horror. A sorte — sorte de cu é rola, não tinha nada que ter tropeçado, caralho — é que não danificou funcionalmente o instrumento, fez só uma marca perto de uma borda. Fiquei passado.

Em compensação, fui duplamente elogiado hoje! ^_^ Pelo professor de cello e pela professora de canto! Ela até usou a expressão “estou surpresa” (ou impressionada, não lembro, foi um choque)! Quem ficou surpreso fui eu! E não é que estudar dá resultado. Preciso falar isso pros meus vizinhos.

Segunda de manhã Eu

Segunda de manhã
Eu nunca tinha reparado na semelhança acústica entre um despertador ensandecido tocando às 5h da manhã de uma segunda-feira e a trombeta do apocalipse.. Pra mim, eles devem ser iguaizinhos. :P

AAAH!!! Comprei CDs. :) Ah, não vem não, você também compraria um CD do Wynton Marsalis se encontrasse o danadinho por 12 “reaus” :P Já o outro, Claudio Monteverdi. Arie e Lamenti, com a Montserrat Figueras. Muito boa essa moça no repertório de música antiga. Um espetáculo!

*respira* EU *respira* QUERO *respira* ESSE *respira* CD!!! *respira mais* ESSE *mais ainda* TAMBÉÉÉM!!!

Terça de manhã
Puta que pariu!!! Como esse meu quarto aqui em Campinas é gelado! Acho que é hora de mudar de casa urgente.

Er… correção: o fundo

Er… correção: o fundo musical ainda não foi mudado. “Poblemas” técnicos. :) Maaas, enquanto isso, quem quiser pode ouvir a música, sem cortes e com som bão, aqui.

E o ponto máximo

E o ponto máximo da festa foi a surpresa que Zel, Gábis, Ronaldo, Marina (minha irmã) e Izabel (minha mãe) aprontaram. Sem que eu soubesse, eles preparam um madrigal alemão para cinco vozes que eu gosto muito. Foi Ach weh des Leiden, de Hans Leo Hassler (1562-1612), e eles ensaiaram tudo sozinhos. Parabéns! Não foi só bonito, foi muito musical e me emocionou. Em comemoração eu tô trocando a musiquinha do meu blog. Ouçamos Ach weh des Leiden cantada pelo King’s Singers.

A minha festa na

A minha festa na sexta-feira na casa da Zel foi ótima. Obrigadíssimo, lindinha!!! Contei com a ajuda incomensurável, embora imprevisível, da minha querida mãe — que não vai ler isso aqui, mas que merece os devidos créditos. Ela quase me deixou louco esperando numa sexta-feira de trânsito recorde (mais de 190Km) sem avisar que havia mudado o cronograma, mas tudo bem. Sem a ajuda dela eu não teria conseguido organizar tudo em tempo.

Depois de um quase enfarte, tudo ocorreu bem. Quem não foi, perdeu. Eu esperava que fosse mais gente, mas com o caos em que a cidade se encontrava não foi de se estranhar muito. Em compensação, meu irmão apareceu e eu fiquei muito feliz :) O problema é que sobrou comida pra caralho! Minhas contas estavam certas, mas o bocó de mola aqui faz as contas pensando que ninguém vai dar o cano. Deve ser a ascendência italiana, não consigo cogitar a hipótese de uma festa ficar sem comida ou bebida.

A Rê levou uns amigos do Undertraxxx e eles levaram umas músicas que eu ainda não ouvi. Ouvi-las-ei. O melhor foi meu pai tirando uma onda com a minha cara e sugerindo que eu colocasse um dos CDs (Sinfonia Concertante de Haydn) que ele me deu pra tocar. , eu sou erudito, mas nem tanto.

E o Nemo, pelo que eu entendi, classificou a minha festa como surreal. Ele só se esqueceu de dizer se gostou da festa ou não, pô!

A Clá, a fofíssima,

A Clá, a fofíssima, também lembrou de mim :) Certas coisas fazem realmente uma pessoa feliz! E ainda tem gente que não gosta de aniversário!!!

PS: O Henry também lembrou. :)

Viva eu! Viva tu!

Viva eu! Viva tu! Viva o rabo do Tatu!!!
Não vejo a hora de ir pra Sampa e tocar o puteiro! Quer dizer, a festa! :) Tenho que fazer o bolo ainda, gente. Socorro!

Zel, você é a quintessência da fofura!!! Obrigaduuuuu!!! E sabe que lendo o teu post eu lembrei de uma coisa? Eu sonhei com você esses dias. Sonhei que você tinha colorido a tatuagem, mas era de marrom! E eu comentei que ficava legal ele assim moreno na sua pele. Será um presságio? ;-) Um moreno na sua pele?

Gabriel, Gabriel… eu disse que você tinha até o meu aniversário pra disponibilizar o endereço da sua “intimidade blóguica”, não disse? Pois é, eu disse. Então deixa eu te falar mais um coisa: Layout de cu é rola! Teu blog foi pros links e não se fala mais nisso. Pipou! Vamos dar as boas vindas para o Prof. Gabriel, amigo mui querido e uma das criaturas mais ternas que eu já conheci. Se você achava que sabia o que é poético é porque ainda não leu.

Ô! Já anotou na

Ô! Já anotou na sua agenda? Já colocou um reminder no ICQ? Não?!!! Depois de amanhã é meu aniversário, ô mané! Cadê a fanfarra? Cadê os fogos de artifício? Afinal de contas, é 1/4 DE SÉCVLO EM FESTA!!! Se você estiver com espírito ($$$) pra tanto, ou não pra tanto, tem uma liiiinda listinha de coisinhas legais pra me dar ali do lado esquerdo. Wishes!!! Ou então me surpreenda. Adooooro ser surpreendido. ^_^